Com mais de 6 mil casos e 6 mortes, Tupã intensifica combate à dengue no inverno

Com mais de 6 mil casos e 6 mortes, Tupã intensifica combate à dengue no inverno

A Prefeitura de Tupã (SP) anunciou que está promovendo uma intensificação no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, apesar de os casos da doença normalmente registrarem uma queda de notificações durante o inverno.


Atualmente, segundo dados da prefeitura, Tupã possui 6.116 casos confirmados de dengue, com seis mortes provocadas por complicações da doença.

Segundo o chefe do Setor de Endemias, Marco Antônio de Barros, a prefeitura decidiu fazer uma ação integrada entre três secretarias (Saúde, Meio Ambiente e Obras) para conter o avanço do mosquito transmissor.


Ele explica que, apesar de ter sido registrada uma redução de 82% nas notificações da doença neste mês de julho, com apenas 20 novos casos, ainda há pessoas buscando atendimento nas unidades de saúde com sintomas e casos de residências com criadouros.


"Mesmo com esse tempo frio, durante uma ação recente em um bairro da cidade nos deparamos com índice de infestação de 3,64, o que é um número comum apenas para períodos mais quentes de verão", diz Barros.


A preocupação redobrada da prefeitura com a dengue tem explicações também de cunho político. A epidemia da doença na cidade foi um dos motivos que sustentaram a cassação do ex-prefeito José Ricardo Raymundo (PV) no fim de maio.


Segundo o relatório da Comissão Processante, a epidemia cresceu por omissão do poder público.