Depoimento de servidora de Tarumã suspeita de usar carro oficial em encontro amoroso é adiado

Depoimento de servidora de Tarumã suspeita de usar carro oficial em encontro amoroso é adiado

A comissão da Câmara de Vereadores de Tarumã (SP) montada para apurar a conduta de uma funcionária suspeita de usar o carro oficial da Casa para um “encontro amoroso”na vizinha cidade de Assis anunciou nesta quinta-feira (18) que precisou adiar o depoimento da servidora, que aconteceria pela manhã.


Segundo a advogada da Câmara, Eliane Coimbra Nilck, a funcionária compareceu à audiência acompanhada de um advogado, que fez requerimentos que precisarão ser analisados pela comissão responsável pelo processo administrativo.


Por isso, explica a advogada, a audiência foi suspensa. Segundo ela, a comissão deve apresentar um parecer sobre os requerimentos feitos pela defesa da servidora e, em seguida, e marcar uma nova data para que ela seja ouvida.
 

Encontro amoroso
 
As cenas do suposto encontro foram gravadas por Bruno Henrique Garcia Paes, motorista da prefeitura de Tarumã, em Assis, cidade onde ele mora.
 

Carro oficial da Câmara de Tarumã foi fotografado na Rua São Paulo, em Assis: processo administrativo vai investigar o caso — Foto: Arquivo Pessoal

O servidor registrou com um celular o carro oficial da Câmara estacionado na Rua São Paulo e protocolou a denúncia junto à Câmara de Tarumã, que instaurou procedimento administrativo para investigar o caso.


A medida também promoveu o afastamento preventivo da funcionária da Câmara, que tem o cargo de contadora.


A partir do depoimento, a contadora terá três dias de prazo para apresentar sua defesa por escrito e eventuais testemunhas. Eliane Coimbra diz que outras testemunhas podem ser arroladas durante as investigações.


A contadora é funcionária concursada e está no cargo de agosto do ano passado. De acordo com o estatuto do funcionalismo, dependendo do resultado das apurações, as sanções para um caso como esse podem ser de advertência, suspensão ou até mesmo exoneração. Fonte G1