Estudante jogou cadeira em colega dentro de sala de aula após sofrer bullying, diz testemunha

Estudante jogou cadeira em colega dentro de sala de aula após sofrer bullying, diz testemunha

O estudante que atirou uma cadeira em um colega dentro da sala de aula fez isso porque sofreu bullying, segundo uma testemunha da agressão. O caso aconteceu na manhã de terça-feira (1º), em uma escola estadual de Tupã (SP).


O vídeo foi gravado dentro da sala de aula da Estadual Doutor Lélio Toledo Piza e Almeida por um dos alunos.


Na imagem dá para ver quando um estudante pega uma cadeira e arremessa em outro aluno que se abaixa depois de ser atingido. A cadeira acerta o rosto do estudante que tem 13 anos. O adolescente teve um ferimento na testa.


A TV TEM conversou com uma testemunha que contou que o colega agredido estava xingando o agressor, que pediu para ele parar.


“Estava um zoando o outro, aí o menino falou que iria parar de brincar, ai parou, ai começou escrever no caderno. Mas, o outro continuou zoando o outro de macaco, chamou ele de baiano, e ele falou que iria acabar batendo nele. O outro desacreditou e continuou zoando, ai o menino falou assim que já estava indo lá pra pegar ele, ai pegou ele desprevenido e tacou a cadeira no moleque”, conta o estudante.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação informou que repudia todo e qualquer ato de violência, principalmente no ambiente escolar.


A pasta informou que os responsáveis pelos alunos foram chamados imediatamente após o ocorrido e que o Conselho de Escola vai se reunir para adotar punições aos estudantes.


A Secretaria informou, ainda, que a Vara da Infância e o Conselho Tutelar também serão acionados. Além disso, um boletim de ocorrência foi registrado por dano ao patrimônio público.
 

Outro caso
 
Um caso de violência muito parecido foi registrado em Avanhandava. Na cidade, a ocorrência foi na escola Professora Maria Eunice Martins Ferreira. Um vídeo mostra o momento em que um estudante joga cadeiras sobre outro aluno na sala de aula. 
 
Segundo a Secretaria de Estado da Educação, nos dois casos os alunos que atiraram cadeiras em sala de aula receberam suspensão de cinco dias.


Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Penápolis disse que a gestão da unidade interveio assim que identificou o fato e que prestou atendimento ao estudante. Informou, ainda, que os pais dos envolvidos foram chamados, assim como o Conselho Tutelar.


Segundo a Diretoria, a Vara da Infância e da Juventude também será acionada e a unidade vai registrar um boletim de ocorrência sobre a briga e o dano ao patrimônio público. Fonte G1