Câncer vence e leva mais um guerreiro

Câncer vence e leva mais um guerreiro

A humanidade perde um grande homem, mas Deus ganha mais um guerreiro. Na noite deste Sábado de Aleluia, o policial da Reserva do Corpo de Bombeiros de Cândido Mota, ex-comandante, Gilson Antunes Ramão, 52 anos, não aguentou mais a batalha e morreu no Hospital do Servidor Público Estadual em São Paulo.

Gilson há mais de um ano lutava contra um câncer. Lutava com bravura, fazendo de tudo para se recuperar. Mas Deus, na sua infinita misericórdia, achou melhor recolher este guerreiro. "Meu amigo, meu querido amigo, meu coração está dilacerado. Obrigada por tudo! Obrigada por ser essa pessoa maravilhosa que era! Tenho certeza que hoje você está feliz porque foi morar novamente junto da sua Antonia! Estava difícil pra você ficar aqui longe dela, eu sei! Na semana retrasada você me disse que ia para São Paulo fazer uns exames para ver como ia continuar o tratamento. Infelizmente, parece que não tinha mais jeito meu amigo! Do lado do Pai agora, onde você e a Maria Antonia estão, olharão pela Stelinha e Bárbara, seus bens mais preciosos", ressalta.

O corpo de Gilson deverá chegar a Cândido Mota por volta da 13h deste domingo e será velado no Velório Municipal.

A família ainda não decidiu o horário do sepultamento.

A todos da família, um abraço desta colunista e os sentimentos mais profundos de pesar.

                                Câncer vence e leva mais um guerreiro

Câncer vence e leva mais um guerreiro