Com aumento de casos de Covid-19, Paraguaçu endurece regras para garantir o isolamento social

Com aumento de casos de Covid-19, Paraguaçu endurece regras para garantir o isolamento social

Como já estava previsto no Decreto Municipal 6.566, de maio último, diante da pandemia do novo coronavírua (Covid-19), a situação epidemiológica de Paraguaçu Paulista está sendo reavaliada pelo Comitê de Gerenciamento de Crise e os protocolos poderiam ser flexibilizados ou intensificados, com a retomada da quarentena, se necessário. 

Como resultado de uma dessas avaliações que constatou o aumento do número de casos confirmados e suspeitos de coronavírus em Paraguaçu Paulista nos últimos dias, o Comitê de Gerenciamento de Crise para o Enfrentamento da Covid-19, da Prefeitura Municipal, e a Associação Comercial e Empresarial, reuniram-se na manhã do último dia 22 para definir nova postura frente à evolução da pandemia no município.

Desde o último dia de 25 de junho de 2020, quinta-feira, regras mais duras para garantir o isolamento social passaram a valer no município, de acordo com o Decreto nº 6.575, promulgado pela prefeita Almira Garms no dia 22 e publicado no dia 23 de junho de 2020.

A nova determinação estabelece protocolos complementares para o funcionamento das atividades econômicas, consolida, ratifica e estabelece protocolos de convivência e de isolamento social no âmbito do município. As medidas estabelecidas são: 

Supermercados - horário de atendimento diferenciado e reduzido:
a) segunda a sábado: das 7h00 às 18h00, com horário especial diferenciado para idosos das 07h00 às 10h00;

b) domingos e feriados: fechado;

Lojas de Conveniência, Açougues e Quitandas – horário de atendimento diferenciado e reduzido:
a) segunda a sábado: das 7h00 às 18h00;

b) domingos e feriados: fechado exceto para serviços de entrega (delivery).

Estabelecimentos Comerciais (Lojas e afins) - horário de atendimento diferenciado e reduzido:
a) segunda a sexta-feira: das 12h00 às 18h00;

b) sábados: das 9h00 às 13h00;

c) domingos e feriados: fechado;

Bares - horário de atendimento diferenciado e reduzido:
a) segunda a sábado: das 9h00 às 18h00;

b) domingos e feriados: fechado;

Lanchonetes e Sorveterias: atendimento somente por delivery ou drive thru;
Estabelecimentos de Material de Construção e similares - horário de atendimento diferenciado e reduzido:
a) segunda a sexta: das 12h00 às 18h00;

b) sábados: das 9h00 às 13:00;

c) domingos e feriados: fechado.

Outra medida é que, a partir de 29 de junho de 2020, próxima segunda-feira, as agências bancárias e lotéricas deverão, obrigatoriamente, adotar atendimento antecipado e exclusivo para idosos no horário das 8 às 10 horas. Há de se observar que no horário exclusivo para idosos não será permitido o atendimento de outro tipo de público. Ainda, no horário normal de atendimento dos demais públicos deverá ser evitado o atendimento aos idosos.

Com base ainda no Decreto Municipal nº 6.566, de 29 de maio de 2020, enquanto durar o Estado de Calamidade Pública no Município, estão proibidas as realizações de:

eventos públicos e privados de qualquer natureza, em locais fechados ou abertos;
acesso a parques e demais locais de lazer e recreação;
atividades recreativas públicas ou privadas, individuais ou coletivas, realizadas em áreas públicas ou privadas que resultem em aglomerações;
qualquer outra atividade que possa de alguma forma contribuir para a proliferação do contágio das pessoas pelo novo Coronavírus, causador da Covid-19.
A prefeita Almira Garms reitera que os membros do Comitê de Gerenciamento de Crise para o Enfrentamento da Covid-19, reúnem-se até duas vezes por semana para acompanhar os dados epidemiológicos de Paraguaçu Paulista, conforme avaliação da Vigilância em Saúde. 

“Os protocolos sanitários e epidemiológicos da nossa cidade são revistos a cada sete dias. A qualquer momento, dependendo de nova avaliação da situação epidemiológica local ou de novas deliberações das autoridades estaduais e federais, novas medidas poderão ser adotadas, de acordo com a necessidade de flexibilização ou intensificação dos protocolos de convivência e de isolamento social”, enfatiza Almira Garms.

Paraguaçu sempre ao seu lado

De um modo geral, na região de Paraguaçu Paulista, a média de isolamento social é de 40%, quando o ideal para controlar a disseminação do coronavírus é de 60%, de acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde.

Outro dado estatístico divulgado nesta quinta-feira (25) pelo governo de São Paulo aponta para a gravidade da epidemia do novo coronavírus no interior do estado. De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde e do Centro de Contingência do coronavírus, entre os dias 14 e 20 de junho o interior registrou 17.932 novas contaminações por coronavírus, enquanto que na capital o total foi de 15.342. Assim, o avanço da pandemia fora da capital foi 14,5% maior.

Já nesta semana, apenas no intervalo entre domingo (21) e quarta-feira (24) o interior viu 10.752 novas confirmações de casos, ante 7.670 na capital. Em apenas quatro dias, a pandemia avançou 28,7% a mais fora da cidade de São Paulo. Também pela primeira vez, o número absoluto de mortes por COVID-19 no interior (6.677) superou o da capital (6.675) ao longo da pandemia.

Para a diretora do Departamento de Saúde, Cristiane Bonfim, neste momento é importante a população intensificar os cuidados, mantendo o isolamento social e evitar sair às ruas sem necessidade, usar máscaras sempre que sair de casa e manter o distanciamento entre pessoas quando em lugares públicos. "Reforçamos às pessoas que evitem sair às ruas sem necessidade, pois o isolamento social é o que vai salvar vidas e, ainda, algo muito importante, que usem máscaras, que façam sempre a higienização das mãos, além de evitar aglomeração. Só com a colaboração de todos é que vamos vencer essa luta contra a Covid-19", solicita a diretora. Fonte: Prefeitura