Pedestres se arriscam para ver erosão em rodovia de Quintana

Pedestres se arriscam para ver erosão em rodovia de Quintana

Alguns pedestres se arriscaram para ver de perto uma erosão que se abriu na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, em Quintana (SP), após a chuva que atingiu a região Centro-Oeste Paulista nesta terça-feira (26).


A terra que sustentava o asfalto do acostamento desmoronou e o asfalto ficou oco. As manilhas que fazem a vazão da água não deram conta do da quantidade de água e foram levadas pela força da enxurrada.


O buraco tomou o acostamento da rodovia no quilômetro 438, e ainda há risco de desabamento no local, mas os curiosos ignoram o perigo.


O repórter cinematográfico da TV TEM Cláudio Farneres flagrou o momento em que um homem se arrisca na para ver a erosão nesta quarta-feira (27).

Pedestres se arriscam para ver erosão em rodovia de Quintana
O pedestre passa pela rodovia e caminha até a ponta do asfalto, que pode desabar a qualquer momento. 

Perigo
 
O local está sinalizado com fitas e cones, mas o perigo não é visível aos motoristas que passam pela estrada. De acordo com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), mais de 10 mil carros passam por dia pelo local, que é a principal ligação do Centro-Oeste Paulista com o Mato Grosso do Sul.


O DER informou que fez a recomposição da tubulação e de erosão formada por chuvas há um mês. No entanto, a vazão das águas sobrecarregou novamente o sistema de drenagem. O departamento informou que vai instalar novos tubos do sistema de drenagem para maior vazão da água.


Também informou que foi feita toda sinalização de alerta e que o tráfego está liberado, mas é feito o monitoramento da erosão. O DER não informou se há uma rota alternativa, nem se a rodovia será interditada caso volte a chover.
 

Herculândia
 
Em outro ponto da rodovia, em Herculândia, a erosão no quilômetro 507 também traz risco para quem passa por ali. A sinalização foi feita e é preciso que os motoristas passem por esses trechos com velocidade reduzida e cuidado redobrado.


Em nota, o DER informou que vai vistoriar os locais e tomar as providências necessárias para reparo das erosões.