'Poderia estar morto agora', diz mãe de menino de 7 anos flagrado dirigindo com o pai no banco do passageiro

'Poderia estar morto agora', diz mãe de menino de 7 anos flagrado dirigindo com o pai no banco do passageiro

A mãe da criança de 7 anos que foi flagrada dirigindo o carro, com o pai no banco do passageiro com sinais de embriaguez na rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Bauru (SP), falou ao G1 sobre o risco que o filho correu com a atitude do ex-marido.


O caso foi registrado na madrugada de segunda-feira (15). Segundo a Polícia Rodoviária, uma fiscalização era feita quando, na altura do quilômetro 338 da rodovia, os policiais abordaram o veículo e encontraram a criança ao volante.
 

“Estou apreensiva. Meu filho poderia estar morto agora. Ele está bastante assustado", desabafa a mãe.
 
Ao parar o carro depois de perseguição, os policiais encontraram o menino de 7 anos ao volante e o adulto no banco do passageiro e segurando uma garrafa de uísque.


O pai do garoto foi levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde prestou depoimento e irá responder em liberdade por confiar direção a uma pessoa não habilitada, desobedecer a ordem de parada, licenciamento vencido e má conservação do veículo. O menino foi devolvido para a mãe.


Ao G1, a mãe conta que está preocupada porque, como o ex-marido responderá o crime em liberdade, ele deve continuar visitando o filho.


"Meu ex-marido já mandou mensagem que sexta-feira irá buscá-lo de novo. Estou com muito medo. Eu preciso proteger meu filho antes que algo aconteça com ele", afirma. Ainda de acordo com a mãe, um advogado foi acionado para impedir as visitas.


"Eu já acionei um advogado, preciso achar um jeito dele não pegar mais meu filho", ressalta.
 

Abordagem
 
Segundo a Polícia Rodoviária, os policiais chegaram a dar sinal de parada para o motorista, que não obedeceu, quando começou uma perseguição. A abordagem ocorreu próximo ao acesso da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, a Bauru-Ipaussu.


Ao parar o carro, os policiais encontraram o menino de 7 anos ao volante e o adulto no banco do passageiro e segurando uma garrafa de uísque. Ainda conforme a polícia, um dos policiais rodoviários quase foi atropelado.

A polícia informou que no celular do homem havia um vídeo no qual aparecia o filho dirigindo o carro na rodovia antes do sinal da primeira abordagem, com o pai ao lado dando as orientações. Não há informações de quantos quilômetros o menino teria dirigido pela via durante a madrugada.


Ele foi levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde prestou depoimento e irá responder em liberdade pelos crimes. O menino de 7 anos foi devolvido para a mãe, que está separada do pai há cerca de 5 anos.