Polícia Civil abre inquérito para investigar causas de acidente que matou quatro pessoas em Martinópolis

Polícia Civil abre inquérito para investigar causas de acidente que matou quatro pessoas em Martinópolis

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar as causas do acidente que matou quatro pessoas, no km 544,1 da Rodovia Homéro Severo Lins (SP-284), em Martinópolis. No momento da batida um incêndio atingia uma área de vegetação às margens da pista.


A delegada seccional Ieda Maria Cavalli de Aguiar Filgueiras informou neste domingo (1º) que as vítimas já foram identificadas, porém, será necessário a realização de exame de DNA para o reconhecimento dos corpos, que estão no necrotério do Cemitério São João Batista, em Presidente Prudente.


Todas as vítimas fatais eram homens de 37, 59, 62 e 68 anos. Outras três pessoas estão internadas.


Ainda não há previsão de liberação dos corpos para a realização dos velórios.


Conforme a delegada, até o momento, apenas o motorista do caminhão, que saiu ileso do acidente, prestou depoimento à Polícia Civil, pois os demais sobreviventes ainda estão hospitalizados.


O condutor do caminhão foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo para consumo de bebida alcoólica, segundo a Polícia Militar Rodoviária.

O inquérito deve ser concluído em 30 dias, mas esse prazo pode ser prorrogado. A Polícia Civil aguarda laudos da perícia para saber a dinâmica do acidente.

A delegada ainda afirmou que o incêndio na vegetação às margens da rodovia também será investigado para apurar se o fogo foi ou não intencional e se interferiu na visibilidade.
 

Quatro pessoas morreram carbonizadas na SP-284, em Martinópolis — Foto: Cláudio da Ponte
 

Estados de saúde
 
Uma adolescente, de 17 anos, está internada no Hospital e Maternidade de Rancharia. Conforme o hospital, o quadro de saúde dela é estável.


Uma mulher de 25 anos e um homem de 57, estão internados no Hospital Regional de Presidente Prudente. A unidade de saúde informou neste domingo (1º) que os dois pacientes estão internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sob cuidados médicos e multiprofissionais. “O estado de saúde deles é considerado grave”, concluiu o HR.
 

Quatro pessoas morreram carbonizadas na SP-284, em Martinópolis — Foto: Paulo Sérgio Santana

O acidente
 
Um acidente de trânsito provocou a morte de quatro pessoas na tarde deste sábado (31), na Rodovia Homero Severo Lins (SP-284), em Martinópolis (SP).


Um caminhão e uma van bateram de frente, por volta das 16h30, em decorrência da falta de visibilidade aos condutores por causa da fumaça provocada por focos de incêndio de grandes proporções em vegetação às margens da rodovia.


Conforme a Polícia Militar Rodoviária, a van transitava no sentido leste (SP-425 a Rancharia), quando o condutor desviou o veículo para a faixa contrária, devido à existência de fogo e muita fumaça as margens da via, momento em que colidiu frontalmente contra o caminhão que transitava no sentido contrário.


Com o impacto, a van foi arremessada em direção ao incêndio, sendo consumida pelo fogo em poucos minutos, não havendo tempo hábil para que todos os ocupantes do veículo desembarcassem. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, quatro passageiros morreram carbonizados.


Já o caminhão permaneceu parado parcialmente sobre a faixa de trânsito no sentido oeste e também, devido ao fogo existente as margens da via, foi totalmente incendiado.
Todas as vítimas fatais eram homens de 37, 59, 62 e 68 anos.


A van transportava pacientes de Rancharia (SP) que voltavam de tratamento de hemodiálise em Presidente Prudente.


O caminhão transportava uma carga de placas de vidro.


Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar Rodoviária atenderam a ocorrência.
A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) também trabalhou no combate ao incêndio.


Durante o atendimento da ocorrência, o trânsito chegou a ficar completamente interditado na rodovia por três horas e meia.
 
Prefeitura
 
A Prefeitura de Rancharia divulgou uma nota oficial em que “lamenta profundamente” o acidente ocorrido na tarde deste sábado (31) entre uma van da saúde e um caminhão “por conta da fumaça provocada por focos de incêndio em vegetação às margens da rodovia SP-284”, no município de Martinópolis.


“A Prefeitura se solidariza com os familiares das vítimas, se colocando à disposição para prestar toda assistência necessária. Com isso, foi montada uma central de apoio no Posto de Saúde com psicólogos e assistentes sociais”, salientou o Poder Executivo.


A Polícia Científica foi acionada para periciar o local e investigar as causas do acidente.
O chefe da Brigada Municipal de Atendimento de Desastres de Martinópolis, Victor Hugo Rocha, que atuou na ocorrência, contou ao G1que os trabalhos de combate ao incêndio em vegetação às margens da rodovia tiveram início às 14h45.


No entanto, por volta das 16h15, uma ventania muito forte que atingiu a região propagou o fogo e as chamas chegaram a um bambuzal.


"A fumaça ficou muito forte, assustadora, e atravessou as pistas da rodovia. O bambuzal caiu em chamas e o fogo atingiu uma vegetação do outro lado da via. Neste ínterim, ocorreu o acidente. Em razão da fumaça, não tinha visibilidade na rodovia no momento do acidente", disse Rocha ao G1. Fonte G1