Polícia Federal deflagra 'Operação Proteção Integral' de combate à pornografia infantil

Polícia Federal deflagra 'Operação Proteção Integral' de combate à pornografia infantil

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (24) a Operação Proteção Integral para o cumprimento de nove mandados de busca e apreensão. A ação visa o combate à pornografia infantil e ocorre em Presidente Prudente, Marília, Bauru, São Paulo e Brasília (DF).


A investigação teve início em 2016, baseada em informações decorrentes da Operação Gênesis, e visou identificar pessoas que estariam se utilizando de serviços da internet hospedados nos Estados Unidos da América (EUA) para distribuição de material contendo pornografia infantil.


As apurações da Polícia Federal identificaram os locais de onde teriam compartilhado o material de pornografia infantil e, nesta terça-feira (24), foram realizadas as buscas e apreensões em nove endereços nas cidades citadas.


Em Presidente Prudente, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, que resultaram em HD, pendrive, celulares e fitas de vídeo confiscados.


Até o momento desta publicação, um homem de 25 anos havia sido preso em flagrante, em Quintana (SP), e conduzido à Delegacia da Polícia Federal de Marília.


Ele responderá pelos crimes descritos nos artigos 241-A e 241-B da Lei 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente), que tratam sobre a distribuição e armazenamento de pornografia infantil. As pena são de três a seis anos e de um a quatro anos de reclusão, respectivamente.

A operação foi batizada de “Proteção Integral” em referência ao princípio que norteia o Estatuto da Criança e Adolescente, em toda sua estrutura. Fonte G1