Prefeitura de Tupã investiga possível caso de reinfecção por Covid-19 em jovem de 26 anos

Prefeitura de Tupã investiga possível caso de reinfecção por Covid-19 em jovem de 26 anos

A prefeitura de Tupã (SP) divulgou nesta sexta-feira (23) que está investigando um caso suspeito de reinfecção por Covid-19 na cidade.

Segundo informações da Secretaria de Saúde, trata-se de um jovem de 26 anos que teve diagnóstico positivo pela primeira vez em maio e, agora em outubro, testou novamente positivo para coronavírus.
 
Na época, o rapaz, que trabalha na área da saúde no município, fez a coleta de swab. Ele sentiu febre e dores de garanta, mas não chegou a ficar internado, cumprindo o isolamento em casa.

Porém, conforme o Executivo, semana passada um rapaz que mora com ele teve falta de ar e precisou ser internado na Santa Casa com Covid-19. Como ele achou que já estivesse imune ao coronavírus, acompanhou o amigo por quatro dias no hospital até que começou a ter febre novamente e a perder o olfato e o paladar.Foi feito um novo exame e novamente deu positivo para Covid-19. O rapaz está bem e cumprindo isolamento em casa.

Durante entrevista coletiva, o secretário municipal de Saúde, Miguel Ângelo De Marchi, admitiu que casos de reinfecção são raros, "até em termos mundiais", mas disse acreditar ser possível que tenha acontecido com o paciente da cidade.

"Em maio, ele [paciente] fez o teste PCR em tempo real, e deu altíssimo positivo, com todos os sinais de síndrome gripal. Ele recuperou-se e nos últimos cinco dias começou a ter sintomas clássicos de Covid, como perda de olfato e paladar, congestão nasal, cansaço. Foi feito um antígeno, que foi altíssimo, e o PCR veio positivo", explicou o secretário.

De Marchi ressaltou que, mesmo diante dos resultados positivos dos testes, a confirmação de um eventual caso de reinfecção vai passar por alguns outros estudos sobre a imunidade do paciente.

Segundo Edi Iacida, diretor do Laboratório Municipal de Análises Clínicas, dentre esses novos testes que serão feitos sobre o caso está o sequenciamento genético para confirmar se o vírus identificado no paciente é o mesmo da primeira infecção ou se foi realmente um caso reinfecção.

Consultada, a Secretaria Estadual de Saúde informou ao G1 que ainda não possui um protocolo de notificação para casos de reinfecção por Covid-19. O Ministério da Saúde, também consultado, ainda não se manifestou.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) os casos confirmados de reinfecção são raros, só existindo cinco no mundo comprovados por estudos - nos Estados Unidos, Bélgica, Holanda, Hong Kong e Equador. No Brasil, um estudo da USP sobre um possível caso de reinfecção foi divulgado em revista científica em setembro. Fonte G1