Vereador é investigado por usar “laranja” para fazer denúncia contra a prefeita de Paraguaçu

Vereador é investigado por usar “laranja” para fazer denúncia contra a prefeita de Paraguaçu

Comissão Especial de Inquérito vai apurar se Júnior Baptista é o autor intelectual de denúncia contra Almira Garms

A Câmara Municipal de Paraguaçu Paulista abriu uma Comissão Especial de Inquérito para apurar eventual participação do vereador José Roberto Baptista Júnior na autoria intelectual da denúncia nº 001/2019 em face da Prefeita Municipal, Almira Garms, agindo em conluio com o cidadão José Roberto Justino, baseado em fatos apontados na Denúncia 02/2019.


A CEI para investigar se Júnior Baptista usou um “testa de ferro” para denunciar Almira Garms foi aberta após requerimento apresentado pelos vereadores Mário César Garms Thimoteo, Márcio José Barbosa, Neide Aparecida Teodoro de Lima, Paulo Roberto Pereira, Cícero Ribeiro da Silva e Ricardo Ibraim Valarelli. Eles querem a investigação do colega.


Na última Sessão Ordinária, no dia 5 de agosto, o requerimento foi lido no Plenário da Câmara, quando também foram sorteados os membros da CEI que irá investigar Júnior Baptista.


Após sorteio, a Comissão ficou composta pelos Vereadores: Cícero Ribeiro da Silva - Presidente, Ricardo Ibraim Valarelli – Relator e Ian Francisco Zanirato Salomão - Secretário.


A Comissão Especial de Inquérito terá o prazo de até 90 dias para a conclusão dos seus trabalhos, prazo esse prorrogável em caso de necessidade justificada. Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Paraguaçu